segunda-feira, 11 de julho de 2011

Continuando de onde parei...

Sexta a noite em São Paulo, cansado e o frio desanimava fazer qualquer outra coisa que não fosse descansar e dormir. Felizmente tenho amigos em algumas cidades desse Brasil e assim vai ser de lá de SP para o sul em algumas cidades. Olha onde a minha moça ficou hospedada. rs


Sábado acordei e fui direto ao Morumbi comprar o ingresso do jogo Cruzeiro x SPFC. Ainda eram 14hs e então resolvi dar uma volta antes porque o jogo seria só as 18:30, acabei parando em Pinheiros para tomar uma heineken com a Fernanda que estava em SP para o show do Mr. Big e seu amigo gente boa que esqueci o nome. Tomamos duas cervejas e cada um pro seu lado, afinal queria chegar no estádio bem antes de começar.


No estádio um friozinho começou e logo depois ficou absurdo e insuportável. Os times entram em campo e as torcidas vibram. Clássico absoluto! Cruzeiro começa muito bem e colocando perigo o tempo todo até tomar o primeiro gol e depois do intervalo, aos 50 segundos, o segundo e o Cruzeiro só fez o primeiro aos 20 minutos, mas ficou nisso. 2 x 1. Mas foi um bom jogo.





Indo embora um zé bate na traseira da moto no trânsito caótico de SP, quebrando uma das minhas caveiras do pisca. Fiquei puto e como já não estava muito bem me estressei. Mas ficou nisso e não foi nada demais. Mas o frio e as incertezas tem me deixado meio confuso e com sentimentos diversos, pensando se continuo, se volto, se paro na próxima cidade e então volto. Não sei nada mais. Estou deixando rolar e ver aonde dá. Em SP de dia sol com frio e a noite um frio de cortar. Domingo acordei disposto, acho que pelo sol, e decidi continuar até Curitiba e por volta das 14hs saí e demorei um pouco para encontrar a Régis Bittencourt porque a sinalização em SP não é das melhores, e assim peguei a estrada só as 15:30. Mas antes de seguir conheci o amigo de minha anfitriã que tem um nome peculiar, Irayó, muito gente boa. E não posso deixar de agradecer por tudo a minha amiga Mig. Obrigado. =)


Já na estrada, a viagem seguia tranquila até faltar 170km de Curitiba aonde tem um trecho de 100km sem absolutamente nada, e faltando 85km para chegar a moto para por causa da gasolina de má qualidade ou "batizada" como dizem. Desesperador achar que a moto deu pane no meio do nada, no escuro total aonde ninguém vai parar para ajudar. Por sorte tinha gasolina aditivada nos galões que estou levando e assim continuei até aqui. Esse aí abaixo é o posto da gasolina porca e na foto a primeira troca de sangue da moça. Detalhe que a Régis não está tão boa e tem 5 praças de pedágios de R$0,85, mas ainda assim é melhor que a nossas rodovias lá no ES.


Ia ficar em camping mas com o frio de 5° que estava fazendo na entrada da cidade não tive coragem e como já era 21hs e não estava aguentando ficar procurando nada no frio resolvi ficar em um hotel mais em conta no centro. Saí para tomar uma cerveja e dar uma volta no centro mas acho que pelo frio e por ser domingo estava deserto e logo desanimei e voltei para esquentar meu ânimo conversando com pessoas queridas pelo msn, Karini, Daniel, Victor, Alessandra, Riki e minha irmã Glauce que me deixou sabendo que está tudo bem em casa, me deixando mais tranquilo. Agora cedo fui para um albergue que ficarei até amanhã quando decidirei o que fazer. Agora vou almoçar e fazer uma tour em um ônibus turístico pela cidade.Então este sou eu acabando com a linhas imaginárias e encurtando distâncias enormes! Vamos ver o que rola daqui pra frente...

Saindo do hotel agora a pouco

7 comentários:

  1. Se joga velho, não para não, depois terá muitas histórias pra contar!

    ResponderExcluir
  2. Desiste não!!! Se desistir volta pra me buscar aushdiuad

    ResponderExcluir
  3. Vai que vai garotinho, desiste não.

    ResponderExcluir
  4. Vai Helioooooooooooooooooo!Força cumpadiiii!Se precisar de lugar pra ficar em PoA,eu posso falar com uma super amiga minha.Qq coisa me dá um toque,falô?

    ResponderExcluir
  5. Vai firme! Sempre previnido como no caso da gasolina. Mas o bom senso dirá se dá ou não pra continuar.

    ResponderExcluir
  6. Deixando um beijo aqui de Arembepe!

    ResponderExcluir